[Resenha] Coraline – Neil Gaiman

Título: Coraline
Autor: Neil Gaiman
Editora:  Rocco Jovens Leitores
Edição: 1
Ano da edição: 2006
Número de páginas: 159

.

livro-coraline.

Sinopse:

Coraline acaba de se mudar para um apartamento num prédio antigo. Seus vizinhos são velhinhos excêntricos e amáveis que não conseguem dizer seu nome do jeito certo, mas encorajam sua curiosidade e seu instinto de exploração. Em uma tarde chuvosa, consegue abrir uma porta na sala de visitas de casa que sempre estivera trancada e descobre um caminho para um misterioso apartamento ‘vazio’ no quarto andar do prédio. Para sua surpresa, o apartamento não tem nada de desabitado, e ela fica cara a cara com duas criaturas que afirmam ser seus ‘outros’ pais. Na verdade, aquele parece ser um ‘outro’ completo mundo mágico atrás da porta. Lá, há brinquedos incríveis e vizinhos que nunca falam seu nome errado. Porém a menina logo percebe que aquele mundo é tão mortal quanto encantador e que terá de usar toda a sua inteligência para derrotar seus adversários.

.

coraline.

Fascinante. Assustador nas doses certas. Amistoso. Objetivo. Incrível. Memorável. Adjetivos que representam essa obra de Neil Gaiman, um autor inglês que dedicou-se aos desacordos da vida neste livro.

Quem nunca criticou sua vida querendo, nem que por um dia, uma vida totalmente diferente? Ou imaginou-se em um mundo onde a coisa que mais gosta de fazer é infinitamente mais acessível? Ou até mesmo coisas pequenas como, por exemplo, almoçar uma comida realmente comestível? Justamente. Coraline é uma menina pequena demais para a sua idade, mas é normal como todos nós, e assim, ela, exploradora por natureza, ultrapassa a porta da sala de estar cuja mobília é empoeirada, cara, herdada da avó e, segundo ela, brega, encontrando um outro mundo aparentemente melhor que a absorve, levando-a a analisar os prós e contras da sua vida real, de seus pais de verdade e o quão amedrontador o incerto pode ser.

Corajosa, original e destemida, Coraline é uma personagem cativante, engraçada a sua maneira e infinitamente real. Suas histórias por trás da porta, com sua outra mãe, no seu outro mundo, são amedrontadoras e instigantes. Por trás Dos olhos negros de botão a vilã é terrivelmente parecida com os males que o mundo de concreto pode oferecer. Delicado e sutil ao perpassar as injúrias e as traições que a vida pode dar aos jovens, Coraline é um livro extremamente simples e complexo, com infinitas lições a cada virar de página. Este livro vale o sacrifício de ler as primeiras letras, afinal depois nem se sente a leitura.

#ValeaPENAler

.

.

assinatura adler

Anúncios

One thought on “[Resenha] Coraline – Neil Gaiman

Comente!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s