[Resenha] Contos e Crônicas do Absurdo – Rô Mierling

Título: Contos e Crônicas do Absurdo
Autora: Rô Mierling
Editora: Clube de Autores
Ano da edição: 2014
Número de páginas: 172
ISBN: 9788543402109

 .

10246277_235253210006941_1938362585918552798_n

.

Sinopse: A obra analisa personagens reais em eventos do cotidiano, descritas em uma ótica crítica, dramática e até irônica, destacando o absurdo de amores, mortes, traições. São 23 contos baseados em fatos reais e 13 crônicas analisando situações do cotidiano social brasileiro. Uma menina que desaparece, uma mulher fatal e cinco homens, uma adolescente sequestrada por não saber ler, um assalto noturno que deixa marcas, o drama do Facebook, a filosofia do beijinho, a tatuagem e seus estigmas, o amor e o racismo, o poder da leitura, o estupro mental e a procura incansável de um deus inexistente, casos insólitos e reais. Esses e muitos outros assuntos são o foco dos contos e crônicas desse livro dinâmico, ágil, divertido e reflexivo. Livro de leitura rápida e fácil para leitores e até “não leitores”.

.

*************************

.

A cada minuto do nosso dia, algo de bom pode acontecer, mas algo de terrível também pode bater a nossa porta.

 

Resenhar sobre um livro de contos e crônicas é, no mínimo, um desafio porque é necessário que o resenhista tenha o bom senso de não contar tudo sobre o texto, a fim de que a curiosidade de quem não leu seja instigada, e, ao mesmo tempo, manifestar a sua opinião sobre a totalidade da obra, considerando que cada texto é único porém relaciona-se aos outros por algum motivo.

No entanto, não foi apenas com esse intuito de resenhar que me inscrevi no Book Tour de Contos e Crônicas do Absurdo, mas o de ler um livro atual, interessante e que me provocasse. Acredito que o meu objetivo fora alcançado pois terminei a leitura na madrugada de 04/08 e não consegui de imediato escrever. Sucedeu em mim a necessidade de pensar sobre os temas abordados, sobre a linguagem da autora, sobre as impressões e os sentimentos despertados após a leitura da última página. A famosa ressaca literária me “engoliu”, me jogou um balde de água fria e gritou: “Acorda para a vida, Karina!”.

Explico: o livro inicia com um texto muito interessante da autora que conta a sua trajetória literária desde a infância. Não me entendam mal, mas é apaixonante ver as dificuldade pelas quais ela passou (família simples e com dificuldades financeiras, moradora de cidade de interior sem muito recursos, ausência de centros culturais onde a autora pudesse ter contato com livros, etc.) e que, apesar disso, fortaleceram sua determinação para continuar lendo, para estudar, para ser a adulta que é hoje e para começar a escrever. Além desse percurso como leitora insaciável, Rô Mierling, em tom confessional, narra a sua experiência como ghost writer – que me fez cair o queixo! –, revelando um lado não muito bonito da literatura. Pensei em quantas vezes, talvez, eu tenha lido obras que sequer foram escritas pela pessoa cujo nome está na capa. (TENSO)

A apresentação escrita pela autora nos dá uma ideia do que iremos encontrar nas páginas do livro: são 23 contos e 13 crônicas que tratam de situações do cotidiano, tendo como pano de fundo cidades brasileiras, em sua maioria interioranas. Os textos retratam os diversos absurdos do nosso dia-a-dia. Absurdos esses que identificamos e que muitas vezes achamos normal presenciá-los, mesmo que de longe. No entanto, como a própria  Rô Mierling diz, não é possível esquecermos as pessoas que participam dessas histórias. A literatura, nesse caso, possui uma função de revelar a verdade.

Prefiro dizer a verdade, a ser chamada de omissa!

 

contos

.

Diversos contos chamaram muito a minha atenção no livro. Citarei aqui os que mais gostei: Trocados que valem ouro, Despreocupada, Predadora, Sobrevivência, Cega, Um Gesto de Socorro, O Bilhete, Vida Perdida e Estou à sua Disposição. Alguns desses contos ganharam prêmios em concursos, o que achei muito bacana saber que a escritora já está sendo reconhecida pelo seu bom trabalho.

Trocados que valem ouro fala de uma menina pobre que guarda os trocados que ela tinha para a merenda com um objetivo determinado. A história é linda e acredito que muitos leitores irão se identificar ao lerem.

Despreocupada trata de uma história que certamente já nos deparamos: aquele casalzinho jovem que tem um filho e não sabe exatamente como criá-lo. O texto é ótimo e serve para refletirmos sobre a responsabilidade de sermos pais e mães.

Predadora é um conto muito interessante que nos mostra a falta de profundidade e de comprometimento nos relacionamentos. Confesso que a situação mostrada no conto me deu até raiva pois é bem o que acontece no dia-a-dia.

Sobrevivência foi um dos contos que mais gostei. O texto retrata uma moça, vinda do interior, que excepcionalmente fica até muito tarde em seu trabalho, esperando seu patrão finalizar um atendimento. A moça fecha o escritório e caminha até a parada de ônibus para chegar até em casa. A partir daí, a história toma um rumo muito interessante. Com uma linguagem que faz o leitor ficar tão tenso quanto a personagem principal, Rô Mierling mostra-nos os pensamentos, a preocupação e os perigos que enfrentamos todos os dias em uma simples parada de ônibus à noite. O final é surpreendente!

Cega é, também, um dos textos que mais gostei. Mostra a trajetória amorosa de uma mulher, Sonia. Ela acredita que “o amor verdadeiro tudo suporta” e, muitas vezes, acaba não enxergando algumas verdades sobre o seu relacionamento.

Um Gesto de Socorro, O Bilhete, Vida Perdida e Estou à sua Disposição são textos muito bons também. O primeiro trata de uma mulher com problemas em seu casamento e o auxílio prestado pelo vizinho. O Bilhete apresenta uma história sobre a importância de saber ler. Vida Perdida e Estou à sua Disposição abordam os relacionamentos infelizes, a falta de sinceridade e de compromisso dos casais. 

Os personagens dos contos são bem construídos e na medida como devem ser, considerando que são contos, ou seja, narrativas curtas que apresentam conflito, tensão, ritmo, imprevisto. Acredito que a autora consegue desempenhar muito bem o seu objetivo de oferecer histórias rápidas, ágeis e dinâmicas pois todas são assim e nos fazem refletir.

Das 13 crônicas, vou apenas citar as três que gostei mais: Menina Assassina, Vaga Livre e Prestação de Contas. A autora define suas crônicas como “momento de ironia, reflexão e debates”. Na verdade, isso o leitor já faz ao ler a primeira parte do livro, no entanto, acredito que as crônicas possuem esse compromisso de forma mais convincente já que os contos, apesar de inspirados em situações do cotidiano, são nitidamente ficcionais.

Menina Assassina reflete sobre a forma de se vestir dos jovens hoje em dia e de como as pessoas julgam a aparência. Vaga Livre apresenta a mesma discussão de aparência e roupa, mas vai além: Rô Mierling discute uma pesquisa feita sobre o estupro e a compara com a vaga de estacionamento. Achei muito boa a reflexão! E, por último, a crônica Prestação de Contas que trata da internet e como ela afeta o relacionamento entre pais e adolescentes.

Eu teria muito mais para apontar sobre Contos e Crônicas do Absurdo, no entanto, acho que somente a leitura da obra dará a real dimensão dos textos. É bem escrito. Tem uns probleminhas de revisão mas que em nada comprometem a qualidade da escrita de Rô Mierling. Espero que, em breve, eu possa ter contato com mais algum livro da escritora.

 .

.

Para saber mais sobre o livro e a autora:

Facebook da autora: https://www.facebook.com/rosana.enunes.773

Fanpage da obra: https://www.facebook.com/pages/Cr%C3%B4nicas-do-Absurdo/224618764403719

Skoob do livro: http://www.skoob.com.br/livro/386563-contos-e-cronicas-do-absurdo

.

.

Book Trailer:

.

Conto Cega

.

Conto Amizade Colorida

 .

.

assinatura ana karina

Anúncios

7 thoughts on “[Resenha] Contos e Crônicas do Absurdo – Rô Mierling

  1. Adorei sua resenha. Sempre me empolgo na resenha desse livro, pois também tive experiencias inexplicáveis com ele. O ponto de vista sempre muda quando leio a opinião do outro, o que sempre acrescenta mais ainda se tratando desse livro. Parabens, você escolheu as palavras perfeitas para descrevê-lo. Bjs

    Curtir

Comente!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s