Dica Cultura #2: Rosto & Verso

Rosto & Verso

.

zaz . 

Minha dica cultural deste mês é o CD da cantora Isabelle Geffroy, que assina seus trabalhos com o nome artístico ZAZ. O estilo mais alternativo em relação às músicas presentes na grande mídia se mostra no trabalho desta artista francesa, que mistura a clássica música de seu país com o gypsy e o jazz, ou gypsy-jazz, produzindo uma mescla de sons e de sentidos no seu trabalho.
Rosto/Verso numa tradução mais literal de seu álbum Recto/Verso faz o encontro tradicional entre música e poesia, mas sem deixar de apresentar o original ou o “diferente”, conseguindo assim, ser muito comercial. Digo comercial, porque sons mais alternativos, ou não oriundos de nações cujo idioma predominante seja o inglês, costumam não ter um espaço tão divulgado pela grande mídia. ZAZ parece transpor essa barreira, impressionando não somente os franceses com seu estilo e sua voz doce, que foge às “demasiadas” extensões vocais tão presente em cantoras como Beyoncé e Rihanna, ou mesmo, como foi noutros tempos, Whitney Houston. ZAZ aposta na métrica da poesia e na melodia dos arranjos originais, conquistando os europeus, por onde tem se apresentado.
Também não é muito conhecido o gênero de música francesa no Brasil. O momento áureo de nosso conhecimento sobre esse estilo francês de poesia com música deu-se ao tomarmos contato com a genial cantora Édith Piaf que conquistou o mundo com suas músicas: “L’hymne à L’amour (Hino ao amor)” e o famosíssimo “La Vie En Rose (A vida cor de rosa)”, como exemplos. A obra de Édith Piaf é tão marcante que além de compor trilha sonora de filmes, mesmo após a sua morte, já foi interpretada por grandes cantoras brasileiras como Dalva de Oliveira e Maysa.
Pode até ser um pouco exagerada a comparação, mas me arrisco a dizer que ZAZ é a nova “Édith Piaf”  da música francesa, porque ela não se mostra em seu trabalho tentando ser uma nova Piaf. A música francesa desde o surgimento de Edith e após a sua morte não conseguiu colocar outro artista musical que impactasse tanto com suas canções. Os cantores quando não tentaram ser Edith na aproximação de suas obras, continuaram com a tradicional música francesa, mas sem inovar, apenas com letras muito poéticas e uma  melodia um tanto blasé. E acabou perdendo espaço para os canadenses, que se arriscaram a cantar em francês, mas com talento sem igual, como são os exemplos de Celine Dion e Michael Bublé.
.
zaz1
.
ZAZ apresenta um trabalho que vai à contramão de outros cantores franceses, pois sem deixar as raízes das composições tradicionais de seu país, ela inova nas canções, cantando com batidas de jazz e do gypsy, o que provoca no ouvinte uma mistura de sentimentos por essa mescla de arranjos. Além da voz doce da cantora, ZAZ interpreta letras muito densas, como mostra as canções de seu álbum: On ira e SiAliás, as 14 músicas que compõem o trabalho Recto/Verso (2013) têm uma vantagem para o(s) ouvinte(s): as músicas além de serem “curtas”, no sentido de que não há as famosas e longas paradas instrumentais, como acontecem não raramente em músicas de língua inglesa, não há exageros nas interpretações. O álbum inteiro pode ser ouvido em pouco mais de 40 minutos e sempre com uma nova canção, que não lembra exatamente outra canção do álbum, mas que se mostra, em todo tempo, para a construção e conclusão da ideia de Rosto/Verso. Recto/Verso lembra muito o trabalho do poeta ao explorar uma temática central, para construir, compor e concluir um trabalho.
A cantora já tem 6 álbuns, apresentando seu estilo desde 2010, com o singleJe veux, de seu álbum de estreia, mas com certeza, Recto/Verso de 2013 é o que promete marcar sua trajetória.
Já muito apreciado na França, o trabalho começa a migrar para outros países da Europa, e torço para que chegue de vez com força à América, principalmente no Brasil, que talvez precise ser chacoalhado com outras manifestações artísticas e culturais, que não somente as amplamente divulgadas pela grande mídia.
Em São Paulo, ela fez duas apresentações em março deste ano. Elas aconteceram no SESC Pompeia, nos dias 22 e 23. Espero ansiosamente que ela possa retornar!
Conheça algumas das músicas do álbum:
.
On ira:

.

.
Gamine:

.

.
Si:

.

 .
.
Para maiores informações sobre a cantora, sua carreira e seus trabalhos, visitem:

.

Site oficial: www.zazofficial.com/
.
.
 3.
.
.
Escritor, profissional de saúde e
apaixonado por leitura e por bons
livros!
Anúncios

Comente!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s