Universo Paralelo #13: A Era dos Dragões: O reino de Ágora (10/10)

Finalmente (e com um senso de dever cumprido) A Era dos Dragões é o último livro a ser resenhado para o Desafio de Férias #EuLeioNacionais. E nada melhor do que terminar esse desafio com um livro nacional, sendo esse escrito pela autora parceira do blog, Valentine Cirano. Você pode saber mais sobre ela nesse link.

Além disso, A Era dos Dragões: o reino de Ágora terá uma sequência, já com os personagens conhecidos mais velhos e outros novos, além de novas tramas. Segundo a própria autora, será intitulado “A era dos Dragões II e o príncipe das trevas”.

 
era dos dragões.

.

Livro: A Era dos Dragões: O Reino de Ágora
Autora: Valentine Cirano
Lançamento: 2012
Editora: Giostri
Páginas: 138
Skoob: 4,2

 .

.

.

 .

.

.

Sinopse

Em uma época dominada por um feiticeiro e terríveis dragões alados, surge uma esperança de libertação. Um jovem de apenas doze anos pode ser o grande libertador há muito aguardado e predito em profecias do passado. Jafé tornas-e o grande guerreiro e se une a um ex-soldado e o palácio do rei e a Luane, a pantera encantada. Juntos eles vão para uma grande aventura em busca da pedra mágica, o ônix negro, que é capaz de vencer os poderes maléficos do terrível feiticeiro Ágora.

 .

*************************

.

A Era dos Dragões: O reino de Ágora é um livro voltado para o público infantil. Com uma escrita simples e explorando elementos da fantasia, como dragões e duendes, tem personagens cativantes e um enredo dinâmico.

A narrativa flui com facilidade, já que facilita o entendimento para o público mais jovem, mas é bem escrito e constrói bem a jornada do herói, o protagonista Jafé. Ele é um garoto de 12 anos e foi predestinado a libertar seu povo de um tempo opressor e de uma vida de medo. O lugar onde ele vive, a cidade de Oberdon, foi tomada 20 anos antes de seu nascimento pelo malvado mago Ágora, que conta com dragões perversos e um exército de criaturas monstruosas chamadas de Gumus. Depois de prender o rei e a rainha e todos que se opuseram a ele nos calabouços do castelo, Ágora impede que o povo tenha escolas e uma vida próspera, e cobra pesados impostos que os camponeses quase não conseguem pagar. Filho de um ex-soldado do rei, Amalón, Jafé foi previsto pelos sábios como o grande libertador de seu povo, e após sua mãe ser levada pelos Gumus para ser aprisionada no castelo, ele decide que é hora de salvar o seu povo e parte em uma jornada para libertar Oberdon.

Os personagens, apesar de sua simplicidade, têm personalidades marcantes e também enfrentam sua jornada de crescimento juntamente com Jafé. Luane, uma garota que foi transformada em pantera por Ágora, e Osíris, conhecido como O Eremita (um velho amigo de seu pai) são os mais próximos a ele na jornada que ele enfrenta, e o eremita principalmente leva um tom mais divertido à história. Além disso, o dragão Órion, inimigo de Ágora e do dragão mais poderoso e mais perverso, Thiamón, também o ajudará na batalha contra o feiticeiro. O próprio Jafé tem os maiores conflitos pessoais durante o livro, um dos principiais plots da história: convencer a si próprio que apesar de ser tão jovem, é realmente o libertador. Ao longo da história, ele tenta se convencer de que é capaz de realizar essa tarefa e cumprir as profecias que foram atribuídas a ele.

.

Se você não acreditar em si mesmo e o que é capaz de fazer, quem vai acreditar? Ninguém acredita em pessoas que não confiam nelas próprias.

 .

Devido ao público que se destina, não tem uma trama muito complexa, mas suas etapas são bem constituídas, a cada desafio que Jafé enfrenta. As características dos personagens e os seres que são mostrados (duendes, dragões, seres lagartos, entre outros) são muito semelhantes a contos de fadas, assim como a trama de Jafé e sua descoberta da própria coragem. É em geral bem construído e atinge bem seus objetivos, sendo uma fantasia muito recomendada para seu público-alvo.

 .

É normal ter medo. Até os grandes guerreiros sentem medo! Somos seres humanos e isso faz parte de nossa natureza. Precisamos vencer o medo. Não que iremos viver sem ele, mas aprenderemos a viver com ele, entende?

. 

Nota do livro: 3,5/5

.

Com uma escrita simples e uma história bem construída, explorando bem os elementos fantásticos, é uma boa opção para o público infantil e para aqueles que gostam de histórias desse gênero com um tom parecido com os contos de fadas.

.

.

assinatura karen caires

Anúncios

8 thoughts on “Universo Paralelo #13: A Era dos Dragões: O reino de Ágora (10/10)

    • Oi, recomendo a história se você gosta desse gênero e não se importa de ser uma história infantil, afinal traz algumas lições bem legais. Se decidir ler, espero que goste!

      Curtir

    • É uma história interessante, principalmente pelo desenvolvimento do protagonista, tanto que ambos os quotes são de diálogos entre ele e outros personagens.

      Curtir

  1. Felizmente, graças à uma amiga, eu comecei a gostar de fantasia, e hoje em dia, ver uma capa dessas já me interesso..rs. E além da resenha claro. Foi um mundo novo que se abriu e quero conhecer mais.

    Curtir

Comente!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s