Moça com brinco de pérola

Maio iniciou e algumas novidades no Blog Da Literatura estão acontecendo. Criamos essa sessão Filmes para dividir com você o que a gente anda assistindo. Já comentamos sobre alguns filmes em outros posts, mas resolvi colocar de forma mais organizada no blog para facilitar a leitura!

Ontem eu assisti a um filme que há tempos estava com vontade de ver: Moça com brinco de pérola (2003). Como estou trabalhando com os meus alunos o período Barroco, achei interessante enriquecer as aulas com o filme e, não só isso, aprender um pouco sobre a obra de um pintor que não é muito conhecido Johannes Vermeer.

Johannes Vermeer nasceu em Delft, na Holanda, em 1632. É considerado o segundo pintor holandês mais importante do século XVII – a Idade de Ouro Holandesa – depois de Rembrandt. Casou-se em 1653 com Catharina Bolnes e com ela teve 15 filhos (isso mesmo, QUINZE!!!), no entanto, 4 morreram em tenra idade. A família Vermeer vivia com poucos rendimentos e muitas vezes foi necessário o pagamento de dívidas de lojas de comida com os quadros do pintor. Morre muito pobre em 1675. Dizem que a sua viúva foi obrigada a vender seus quadros ao conselho municipal em troca de uma pequena pensão para sobreviver. Após sua morte, Vermeer foi praticamente esquecido. Somente dois séculos depois, em 1866, sua obra começou a ser estudada e reconhecida. No entanto, pouco se sabe sobre a vida desse pintor e sobre os seus quadros. Calcula-se que cerca de 20 obras estejam perdidas.

Existem diversas especulações sobre a origem da modelo de um dos quadros atribuídos a Vermeer, Moça com brinco de pérola, de 1665-66, dito por alguns como a “Monalisa holandesa”. Como quase tudo que é envolvido por mistérios acaba virando livro ou filme, não podia ser diferente com essa história. A escritora Tracy Chevalier tenta desvendar essa misteriosa moça por detrás do quadro e publica, em 1999, um romance cujo título é o mesmo do quadro de Vermeer. Baseado nesse livro, Olívia Hetreed criou o roteiro de Moça com Brinco de Pérola, dirigido Peter Webber.

Moça com brinco de pérola (Girl with a pearl earring), lançado em 2003

Ficha Técnica

Moça com brinco de pérola
(Girl with a pearl earring)

País/Ano de produção: Inglaterra/Luxemburgo, 2003
Duração/Gênero: 99 min., Drama
Direção de Peter Webber
Roteiro de Olívia Hetreed baseado em livro de Tracy Chevalier
Elenco: Colin Firth, Scarlett Johansson, Tom Wilkinson,
Judy Parfitt, Cillian Murphy, Essie Davis, Joanna Scanlan,
Alakina Mann, Chris McHallen, Rollo Weeks.

 Griet, uma jovem de apenas 17 anos interpretada por Scarlett Johansson, é filha de um casal que está passando por sérias dificuldades financeira. A moça é levada, então, para trabalhar na casa do pintor Johannes Vermeer, interpretado por Colin Firth. Griet possui inúmeras funções na casa como lavar e estender a roupa, comprar carne para a família e limpar e arrumar o ateliê onde Vermeer trabalha e se refugia da família.

Aos poucos Vermeer começa a perceber que Griet gosta de pintura e possui um olhar crítico. O pintor a deixa opinar sobre sua obra e passa a treiná-la no preparo das tintas. A intimidade entre os dois gera ciúme da família e dos serviçais da casa.

cena da câmera escura

O ator Tom Wilkinson interpreta o mecenas Van Ruijven que compra diversos quadros de Vermeer e que, encantado pela beleza de Griet, pede ao pintor que a use como modelo para o próximo quadro. A única que realmente auxilia na concretização dessa obra é a sogra de Vermeer pois ela é a pessoa que administra as finanças da casa e percebe que o trabalho do pintor evoluiu após Griet residir com a família.

O filme vale a pena ser assistido por diversos motivos. O primeiro é pelas atuações de Scarlet Johansson e de Colin Firth. Os olhares, a cumplicidade entre os dois é de chorar num cantinho. Outro motivo é o de conhecer as obras de Vermeer já que algumas imagens do filme remetem aos quadros do pintor. Um terceiro motivo: entender um pouco como era o século XVII, retratado no filme através das cenas do meio urbano e dos costumes das personagens. E, um quarto motivo para as pessoas mais românticas, o filme trata de um amor impossível e só a cena em que Vermeer fura a orelha de Griet para ela usar o brinco de pérola vale o filme inteiro!

É importante ressaltar que a história não é verídica. Como eu disse, é baseado no romance de Tracy Chevalier. Porém, o filme é tão convincente que a gente acaba pensando se não foi assim o processo criativo de Vermeer ao pintar aquele quadro.

O filme recebeu três indicações ao Oscar (Fotografia, Direção de Arte e Figurino) e duas indicações ao Globo de Ouro (Atriz/Drama e Trilha Sonora).

À esquerda: o quadro de Vermeer. À direita, Scarlett Johansson.

Para você conhecer um pouco mais sobre a obra de Vermeer, acesse os sites Essential Vermeer (em inglês), Arte Historia (em espanhol) e da Wikipedia. No blog Das Artes também há um post sobre o pintor.

Sobre o filme, você pode encontrar outras informações no site oficial (em inglês) ou no Adoro Cinema.

Finalizo esse post com o trailer do filme, para vocês ficarem com vontade de assisti-lo! 🙂

E então, ficaram curiosos?

Beijinhos,

Ana Karina 

Anúncios

3 thoughts on “Moça com brinco de pérola

  1. Pingback: [Sugestão de atividade #4] Projeto: Barroco « da literatura

    • Que legal, Marinara!!! Fico feliz quando as pessoas leem os posts e ficam curiosas! Essa é a ideia desse espaço… Veja e depois me conte o que achou! 🙂
      Beijão.

      Curtir

Comente!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s