Porto Alegre: 240 anos de história

Nada como estrear o blog no dia do aniversário de fundação de minha cidade! Hoje, dia 26 de março de 2012, Porto Alegre está comemorando 240 anos de história. Durante a semana de aniversário da cidade, ocorrem muitas atividades comemorativas como o Baile da Cidade, apresentação da Banda Municipal de Porto Alegre, mostras de fotografia e muito mais.

Nesse ano, entre os dias 24 e 31 de março, Porto Alegre viverá intensamente sua cultura e sua história por meio de shows de música, teatro, literatura, dança, exposições, palestras, cinema, atrações com tecnologia de última geração e muito esporte, com a corrida e a regata de aniversário. Serão mais de 75 horas de cultura – 56 de shows e 19 de teatro e dança -, envolvendo 67 artistas, que farão apresentações solo ou em grupo. Para conferir a programação completa, clique aqui!

Porto Alegre é a capital do estado mais meridional do Brasil, o Rio Grande do Sul. Com uma área de quase 500 km², possui uma geografia diversificada, com morros, baixadas e um grande lago, o Guaíba.

A cidade constituiu-se a partir da chegada de casais açorianos em meados do século XVIII. No século XIX contou com o influxo de muitos imigrantes alemães e italianos, recebendo também espanhóis, africanos, poloneses e libaneses. Desenvolveu-se com rapidez, e hoje abriga mais de 1,4 milhões de habitantes.

A cidade enfrenta muitos desafios, entre eles a grande população ainda vivendo em condições de pobreza e sub-habitação, um alto custo de vida, deficiências sérias no tratamento de esgotos, muita poluição e degradação de ecossistemas originais, índices de crime elevados (embora indicando uma tendência de queda) e crescentes problemas de trânsito.

Por outro lado, ostenta mais de 80 prêmios e títulos que a distinguem como uma das melhores capitais brasileiras para morar, trabalhar, fazer negócios, estudar e se divertir. Foi destacada em anos recentes também pela ONU como a Metrópole nº1 em qualidade de vida do Brasil por três vezes; como possuindo um dos 40 melhores modelos de gestão pública democrática pelo seu Orçamento Participativo, e por ter o melhor Índice de Desenvolvimento Humano (IDH) entre as metrópoles nacionais. Dados do IBGE a apontaram em 2009 como a capital brasileira com a menor taxa de desemprego. A empresa de consultoria britânica Jones Lang LaSalle a incluiu em 2004 entre as 24 cidades com maior potencial para atrair investimentos no mundo e figura na lista da Pricewaterhouse Coopers entre as cem cidades mais ricas do mundo.

Além disso Porto Alegre é uma das cidades mais arborizadas, e alfabetizadas do país, é um polo regional de atração de migrantes em busca de melhores condições de vida, trabalho e estudo, e tem uma infraestrutura em vários aspectos superior à das demais capitais do Brasil. Foi manchete internacional quando sediou as primeiras edições do Fórum Social Mundial e foi escolhida recentemente como uma das sedes da Copa do Mundo de 2014. Também tem uma cultura qualificada e diversificada, com intensa atividade em praticamente todas as áreas das artes, esportes e das ciências, muitas vezes com projeção nacional, além de possuir ricas tradições folclóricas e um significativo patrimônio histórico em edificações centenárias e numerosos museus.

(Adaptado do site Wikipedia. Para ler o texto na íntegra, clique aqui)

Brasão da cidade


O centro da cidade junto ao Guaíba, vendo-se em laranja a linha de armazéns históricos do Cais Mauá e à direita a alta chaminé da Usina do Gasômetro, ambas ícones arquitetônicos de Porto Alegre

Paço municipal

Paço municipal

Mercado Público de Porto Alegre

Usina do Gasômetro

Casa de Cultura Mario Quintana

Museu de Arte do Rio Grande do Sul (MARGS)

Finalizo, então, esse post sobre a minha cidade natal com um poema de Mario Quintana, poeta gaúcho que muito homenageou Porto Alegre:

O Mapa

Olho o mapa da cidade
Como quem examinasse
A anatomia de um corpo…

(E nem que fosse o meu corpo!)

Sinto uma dor infinita
Das ruas de Porto Alegre
Onde jamais passarei…

Há tanta esquina esquisita,
Tanta nuança de paredes,
Há tanta moça bonita
Nas ruas que não andei
(E ha uma rua encantada
Que nem em sonhos sonhei…)

Quando eu for, um dia desses,
Poeira ou folha levada
No vento da madrugada,
Serei um pouco do nada
Invisível, delicioso

Que faz com que o teu ar
Pareça mais um olhar,
Suave mistério amoroso,
Cidade de meu andar
(Deste já tão longo andar!)

E talvez de meu repouso…

Espero que tenham gostado de conhecer um pouco de minha cidade! 🙂

Beijos.

Ana Karina

Anúncios

One thought on “Porto Alegre: 240 anos de história

Comente!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s